4 fatores que influenciam a produtividade dos seus funcionários

Posted by Gabriela Hipólito
at Wednesday July 5th, 2017.

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

produtividade

Ferramentas inadequadas, indefinição de metas e KPI’s, comunicação pouco clara e, por fim, falta de motivação. Esses são apenas alguns dos fatores que podem minar, pouco a pouco, a produtividade na sua empresa, ocasionando a rotatividade entre os funcionários, causando retrabalho e, o pior de tudo, não produzindo resultados.

Neste post, vamos mostrar como prevenir contra estes fatores e manter a produtividade da empresa sempre em alta. Confira.

Falta de motivação

Motivar colaboradores não é sinônimo de aumento salarial, e sobretudo não exige um gasto extra da empresa. Uma extensa lista de pesquisas empresariais aponta que o principal motivo da desmotivação dos funcionários não é financeiro, mas a falta de reconhecimento do seu trabalho.

A maior responsabilidade pela motivação dos colaboradores é do líder. O colaborador naturalmente está disposto a realizar suas tarefas básicas, para as quais foi designado. Cabe ao gestor injetar a motivação necessária para que estas tarefas sejam executadas com excelência e de forma que tragam realmente bons resultados à organização.

Faça com que os colaboradores sintam que têm voz ativa dentro da companhia e que suas ideias sejam ouvidas e, de fato, levadas em consideração na tomada de decisões feita pela liderança. É importante elevar a autoestima dos colaboradores, pois funcionários que se sentem importantes peças para o funcionamento da empresa são muito mais comprometidos na busca do cumprimento de metas e acabam por motivar os demais colegas de trabalho em efeito cascata.

Elogiar em público as ações em que for percebida dedicação extra do colaborador ou mesmo o cumprimento bem feito de uma simples tarefa contribui para que o funcionário se empenhe ainda mais na execução da próxima atividade.

A falta de feedback sobre a qualidade do trabalho desempenhado também é uma das maiores causadoras de desmotivação entre os funcionários. Não espere as reuniões de Feedback anuais ou semestrais chegarem para só aí dar seu parecer ao colaborador. Sempre que uma tarefa for finalizada, conceda um rápido Feedback sobre os pontos a serem melhorados.

Motivar não se trata de paparicar o colaborador, mas de se estabelecer um relacionamento de confiança entre gestor e liderado.   

produtividade

Comunicação ineficiente

A comunicação também tem um papel importante dentro do processo de motivação dos colaboradores. Uma comunicação ineficiente não levará ao colaborador a mensagem devida sobre o que a liderança pensa a seu respeito, se o trabalho está sendo apreciado e qual a importância dele para as metas da organização.

Os meios de comunicação utilizados em uma empresa podem gerar ruídos na produtividade dos colaboradores. A era da internet mobile nos oferece vários meios de se comunicar internamente e, grande parte deles acontece online. A praticidade de contatar um colega de trabalho a qualquer momento, sem que os olhos sejam tirados do computador, pode acabar por se tornar uma distração.

Programas como Skype e WhatsApp têm sido utilizados como principal meio de comunicação entre os funcionários. A grande questão é que estes programas, além da falta de oficialidade das informações compartilhadas, oferecem uma variedade de recursos que facilmente podem ser utilizadas para distração do foco inicial da conversa.

O e-mail ainda é considerado o melhor meio de se comunicar oficialmente dentro da empresa. Mas é importante ter em mente que o excesso de e-mails na caixa de entrada pode atrapalhar a produtividade do colaborador. Portanto, certifique-se de que o conteúdo do e-mail é realmente necessário ou se pode ser dito pessoalmente, sem grande delongas. Enfim, a comunicação eficiente é aquela que leva e recebe a mensagem de forma assertiva e ágil, sem prejudicar a produtividade do colaborador.

Indefinição de Metas e KPI’s

A comunicação também tem o importante papel no momento de  alinhar as metas e KPI’s da empresa. Como culpar a baixa produtividade de um colaborador se nem mesmo o gestor sabe quais são os itens a serem medidos para essa produtividade?

Metas e KPI’s jamais devem ter padrões subjetivos. Todos os indicadores da companhia devem ser previamente estabelecidos. O colaborador precisa saber qual é o mínimo esperado por sua gestão e até onde pode chegar dando o seu melhor para a organização.

Escolha o método para avaliação de desempenho e o comunique aos funcionários. Se os resultados se darão por anotações, softwares de acompanhamento ou qualquer que seja o medidor, saber quem ou o que mede seu esforço é o básico para o bom desempenho da tarefa estipulada.

As metas devem ser estabelecidas com antecedência e da forma mais clara possível. É importante que o colaborador e o gestor andem juntos na busca do cumprimento das metas da empresa, o que só acontecerá se o objetivo for tão claro para um quanto para o outro.

Quadros de gestão à vista e reuniões diárias ou semanais são importantes ferramentas para a gestão do andamento dos meios utilizados para o cumprimento da meta estabelecida, além de serem, também, uma boa oportunidade de relembrar à equipe qual o real objetivo do que foi estipulado.

produtividade

Metas definidas, meios de comunicação ajustados e equipe motivada. O que poderia acabar com a produtividade dos colaboradores agora?

Ferramentas inadequadas

Eis a resposta. Um fator importante para a baixa produtividade são as ferramentas oferecidas ao colaborador. Deve haver uma integralidade entre o que é solicitado e o que é oferecido. Perceba a via de mão dupla que é a relação líder e liderado. Por exemplo, como cobrar desempenho extraordinário de um Web Designer sem oferecer a ele pacotes originais de edição e manipulação de imagens?

A empresa deve fornecer ao colaborador oportunidades para o desenvolvimento satisfatório do trabalho. Seja na melhor preparação do funcionário ou na disponibilização de recursos materiais para tanto. Se é necessário que o colaborador tenha um conhecimento extra, o qual não foi pré-requisito no momento da contratação, a companhia deve criar meios para que o liderado obtenha esse recurso, disponibilizando treinamentos dentro ou fora da empresa, por exemplo.

A boa produtividade do colaborador também depende da infraestrutura geral da empresa. Cadeiras confortáveis para trabalhar, iluminação adequada, temperatura ambiente agradável e um lugar específico para realizar suas refeições são alguns dos fatores que influenciam na entrega positiva de resultados do colaborador.

Agora que você já sabe o que pode acabar com a produtividade dos seus funcionários e como evitar que isso aconteça, siga a Mereo no LinkedIn e leia em primeira mão mais post blogs que vão te auxiliar no processo de gestão de pessoas em sua empresa.

produtividade

Previous Post
Next Post

Related Posts

Share

LinkedIn

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Keep updated!

Get our news