O papel estratégico da Gestão de RH nas empresas

Posted by Gabriela Hipólito
at Monday August 7th, 2017.

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O que move uma organização são sempre pessoas. Essas, sim, são o motor e as engrenagens para o sucesso de qualquer negócio.

É conhecido que as organizações são o meio que as pessoas utilizam para atingirem seus objetivos pessoais, assim como as empresas dependem das pessoas para atingirem suas metas e cumprirem sua missão enquanto um negócio de sucesso. No entanto, como tornar essa dinâmica realmente eficaz? Como cobrir os gaps deixados pelos gestores de cada setor? Ou ainda mais, como prevenir essas lacunas?

É daí que nasce a necessidade do posicionamento estratégico da gestão de RH, conforme você analisará neste artigo.

O que é o RH estratégico?

Gestão de RH

O que caracteriza um RH como estratégico é o modo em que esta área se posiciona dentro da empresa. O RH do futuro não lida apenas com a parte burocrática da empresa, mas atua em conjunto aos demais setores buscando o sucesso da organização. O RH estratégico tem como objetivo básico garantir o sucesso do negócio, esse é o seu foco, e ele faz isso através da otimização da Gestão de Pessoas. Para o RH estratégico, Gestão de Pessoas não é um fim, mas um meio para o sucesso do negócio.

Trata-se da criação de um elo entre os colaboradores e as metas da companhia, do engajamento das equipes quanto ao todo de uma empresa e da motivação necessária para que os funcionários caminhem junto aos objetivos da organização de maneira harmoniosa.

Segundo o especialista das áreas de desenvolvimento empresarial e consultor associado Mereo, Hudson Félix, o RH estratégico é aquele perito nos processos de Gestão de Pessoas. Mas não basta conhecê-los a fundo e buscar as melhores práticas de mercado. 

“É fundamental ter direção, ou seja, ter clareza sobre a razão destes processos  serem usados e como eles podem contribuir para que a Gestão de Pessoas seja uma viabilizadora concreta da estratégia.”

É importante que o RH esteja tão integrado às metas da empresa quanto qualquer outra área. Não apenas conhecer a cultura da organização, mas gerenciá-la, sendo responsável por modelar a cultura da empresa, adequando-a às necessidades do negócio. Saber quais são as metas e objetivos, as dificuldades enfrentadas e entender o modelo de negócio da companhia também fazem parte das obrigações de um RH que gerencia (e avança) de forma estratégica.

O RH estratégico é o guardião e arquiteto da cultura organizacional. Ele deve garantir que a empresa possua a cultura interna adequada às necessidades do negócio, além de também garantir a disponibilidade das competências internas necessárias para a consecução dos objetivos estratégicos da companhia.”

Quando o Recursos Humanos tem ciência de cada processo operacional e cada objetivo traçado dentro da companhia, essa área consegue agir ativamente, e não somente ao ser solicitado. O RH estratégico não participa das metas da companhia passivamente. Ele assume importante papel no processo de motivação dos colaboradores, tornando o dia do funcionário o mais produtivo possível e contribuindo diretamente com a entrega de (bons) resultados.

A importância do RH estratégico nas empresas

O RH estratégico vem para alinhar os interesses da empresa aos do colaborador. Por exemplo, a criação de planos de crescimento dentro da empresa ou bonificações por metas anuais alcançadas pode garantir a permanência e atração de talentos para a organização.

“O RH estratégico garante o alinhamento organizacional. Ou seja, que cada pessoa saiba o que se espera dela e que esteja engajada nisso, consciente de como pode contribuir para o atingimento dos objetivos da empresa, individualmente e em equipe. Ainda, uma gestão estratégica de RH faz com que os melhores talentos da empresa estejam dedicados aos objetivos mais relevantes da estratégia da própria organização.”

O profissional de RH que adota uma visão estratégica de gestão consegue treinar e preparar os novos colaboradores de uma forma mais integral e eficaz. O funcionário não somente saberá executar bem sua função, como entenderá os processos que envolvem os outros setores, ficando apto a exercer mais de uma função dentro da organização. Cabe ressaltar que o RH estratégico tem sua comunicação em um módulo muito mais horizontal do que vertical, justamente por entender que a empresa é feita por quem faz com que ela funcione, as pessoas.

A gestão estratégica do RH é vital para as organizações justamente por trazer à área a urgência ligada às mudanças de mercado. Se o recursos humanos da organização sabe o que está acontecendo fora da empresa, esta área pode se preparar para o que pode chegar até a companhia e não ser pego de surpresa por novas tendências ou quedas comerciais.

Por que adotar o formato do RH do futuro?

Em 2015, foi publicado um estudo pelo The Boston Consulting Group (BCG) em parceria com a Federação Mundial de Associações de Gestão de Pessoas. Nessa pesquisa, foram ouvidos 3.500 profissionais de RH de mais de 100 países. Além desse estudo, foram acrescentadas informações adquiridas em 64 entrevistas feitas com líderes de RH e negócios. De acordo com o relatório final, o: “Creating People Advantage 2015: How to Set Up Great HR Functions”,  as empresas que posicionam seus setores de RH de forma estratégica obtiveram um desempenho econômico quase duas vezes maior do que as companhias com RH tradicional. Mas qual a diferença entre eles?

RH estratégico x RH tradicional, qual a diferença?

Existe grande diferença entre a gestão tradicional e a gestão estratégica de RH. Podemos começar pelos modos de atuação no cotidiano dessa área e seus planejamentos processuais. O RH tradicional tende a focar mais nos procedimentos básicos e formais da companhia, como:

  • Contratação;
  • Gestão de pessoal;
  • Treinamento de colaboradores.  

Já o RH de gestão estratégica busca como prioridade alinhar os objetivos de cada área da empresa aos do colaborador desde o primeiro contato com o funcionário, garantindo uma gestão integral desde o início. Ou seja, o recursos humanos se preocupa não apenas com suas atribuições naturais da administração burocrática da empresa, mas trata de garantir o sucesso do negócio integrando colaboradores que de fato entendem a missão da organização.

A gestão estratégica do RH também se diferencia do RH tradicional em seu modo de se comunicar e de se estabelecer metas. O modelo hierárquico no qual há certa distância entre gestor e liderado está comprovadamente ultrapassado e esquecido pelo RH estratégico. A ideia que impera mais uma vez é de verticalização e de tornar cada vez mais simples o acesso ao gestor. O contato direto garante menor possibilidade de falhas de comunicação, tornando o processo mais assertivo e desburocratizando o acesso à informação.

Gestão moderna e estratégica de RH

Por assumir mais funções dentro da companhia e ser responsável pelo gerenciamento de diferentes metas de setores distintos, cada vez mais empresas têm investido na modernização da área de recursos humanos.

O mercado da tecnologia já disponibiliza alguns softwares que auxiliam no processo de gestão integral da empresa, centralizando informações, cruzando dados, realizando cálculos de remuneração variável e uma infinidade de possibilidades. Essas revolucionárias plataformas de gestão garantem que não haja extravio de dados, o que frequentemente ocorre quando toda a informação da empresa está em várias pilhas de papel ou em cada vez mais arquivos de planilhas de Excel.

Os softwares de gestão fornecem com muito mais facilidade a informação necessária àquele momento, otimizando o tempo do profissional de RH, que habitualmente, precisa consultar o banco de dados da empresa e se perde em meio a tantos arquivos e informações desnecessárias ao que, de fato, é urgente.

Como você deve ter percebido, é muito importante a atuação de uma gestão eficiente no trato com os colaboradores, ao mesmo tempo em que ela atribua, ao Recursos Humanos, tarefas estratégicas como a de desenvolver pessoas a liderarem outras pessoas e a de se certificarem de que os liderados têm os melhores líderes possíveis.

Por fim, o RH estratégico deve garantir uma cultura meritocrática, fundamental para todos estas questões colocadas acima. E isso deve ser realizado através da otimização e maturação dos processos de Gestão de Pessoas, como:

  • Definição de objetivos e metas;
  • Reconhecimento e recompensa;
  • Gestão de Carreira;
  • Gestão de Talentos;
  • Desenvolvimento de competências;
  • Desenvolvimento da Liderança.

Pensando na rotina desse profissional do RH estratégico, a Mereo criou a Plataforma de Gestão Integrada mais moderna, completa e de simples usabilidade do mercado. Quer saber mais? Clique no banner abaixo e saiba o que nossa Plataforma pode oferecer a você e sua empresa.

gestão de talentos

 

Previous Post
Next Post

Share

LinkedIn

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Keep updated!

Get our news