SaaS: o modelo que mais cresce no mercado de cloud computing

Posted by Mereo
at Sunday November 23rd, 2014.

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O cloud computing, ou computação na nuvem, é uma tecnologia que está se popularizando e, atualmente, conta com diversas soluções tanto para os clientes quanto para as empresas.
mereo saas

Tela da Plataforma SaaS Mereo – Gestão de Talentos

A Plataforma Integrada de Gestão MEREO é da Tecnologia SaaS, explicamos melhor essa funcionalidade e seus benefícios.

De acordo com uma pesquisa da consultoria IDC, os investimentos das empresas brasileiras em “computação em nuvem” deve chegar a US$ 798 milhões até 2015. As vendas de SaaS, Software as a Service ou Software como serviço, alcançarão US$ 370 milhões e, pela primeira vez, o investimento será maior do que em IaaS (Infrastructure as a Service – infraestrutura como serviço), que chegará a US$ 362 milhões.

Para compreender a razão pela qual há um crescimento tão evidente do uso do SaaS, o Futurecom separou algumas informações importantes acerca do assunto. Confira:

saasO que é o SaaS?

O Software as a Service, ou Software como Serviço em português, é uma forma de comercialização e distribuição de softwares, no qual o fornecedor é responsável pela estrutura necessária para a disponibilização do serviço, como servidores, conectividade e segurança da informação. Dessa maneira, o cliente pode acessar todos os programas e funções por meio de um navegador com acesso à internet.

Os SaaS são soluções online que não dependem da instalação física do programa ou da compra de licenças, pois utilizam infraestrutura compartilhada. Esses softwares como serviço são exemplo da computação em nuvem, responsável pelo acesso a programas e aplicativos diretamente através da internet.

Sem servidores físicos e licenças

O modelo SaaS se tornou popular por se tratar de um sistema no qual há menos gastos. Além de dispensar os grandes investimentos em servidores físicos (hardwares grandes e caros), os Softwares como Serviço não precisam de licenciamento – responsabilidade do fornecedor.

Rapidez e flexibilidade

A implementação deste modelo permite baixo investimento inicial e o aumento ou redução do número de serviços contratados, o que o caracteriza como mais flexível do que um software tradicional. Não apenas em relação a sua flexibilidade, os SaaS também dispensam a contratação e o deslocamento de uma equipe de TI, já que o acessos às suas funcionalidades é feito totalmente pela internet.

Múltiplos acessos para maior eficiência

Os vários usuários do SaaS podem acessar o sistema de diferentes locais, simultaneamente e independentemente do dispositivo e localização.

Assim, a equipe de TI não se limita às instalações físicas da empresa e pode ter acesso às funções do software de qualquer lugar, aumentado a eficiência dos funcionários e auxiliando no desenvolvimento dos negócios.

Suporte e manutenção na nuvem

Além das facilidades na implantação e execução dos Softwares como serviços, é importante ressaltar outra característica vantajosa desses sistemas: a possibilidade de armazenar dados na nuvem. Essa função permite que a empresa tenha acesso a informações importantes com mais segurança e rapidez – facilitando também a manutenção do sistema e de suas funcionalidades.

 

Fontes: IG, Webb, Tecmundo.

Previous Post
Next Post

Related Posts

Share

LinkedIn

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Keep updated!

Get our news