Diagrama de Ishikawa: encontrando soluções efetivas

por Gabriela Figueiredo - 10/04/19 ⇠ Veja outros Posts

Você já ouviu falar em Diagrama de Ishikawa? O gráfico, que também é conhecido como Diagrama de Causa e Efeito ou ainda Diagrama Espinha de Peixe, é muito utilizado na resolução de problemas empresariais.

Embora, por muitos anos o modelo tenha sido usado com mais frequência na produção industrial, ele pode ser aplicado em qualquer área. Se você precisa resolver algum problema no seu negócio, saiba mais sobre esse diagrama.

O que é Diagrama de Ishikawa

Essa ferramenta visual foi criada por um japonês, o engenheiro Kaoru Ishikawa, em 1943. O objetivo dele era analisar as causas que estavam gerando um efeito indesejado, ou seja, um problema. Para quem se preocupa com gestão e também com a qualidade dos processos, o Diagrama de Ishikawa pode trazer excelentes resultados.

 

Modelo de Diagrama de Ishikawa

O Diagrama de Ishikawa foi criado para garantir a solução efetiva de problemas por meio de uma ferramenta visual. Com o gráfico, é possível organizar as ideias e todas as etapas que acontecem antes de chegar ao problema final. A aplicação dessa técnica pode ser um grande diferencial para qualquer empresa. Isso porquê com o diagrama é possível entender o problema principal e ainda diagnosticar falhas em todos os setores que fazem parte do negócio.

Vantagens de aplicar o Diagrama de Causa e Efeito

O grande diferencial é que a estrutura do diagrama faz com que nenhum detalhe fique de fora da análise. Olhar e solucionar possíveis falhas em todos os processos que levam ao problema é muito importante. Com a rotina intensa do dia a dia e a automatização de processos, é possível que algumas áreas sejam preteridas. Por isso, usar essa técnica é uma forma eficaz de discutir qualquer obstáculo.

A técnica do Diagrama de Ishikawa é aplicada com o objetivo de alcançar uma solução efetiva. Ao eliminar as causas de qualquer que seja o problema, ficará muito mais fácil fazer uma priorização de problemas para resolver a questão.

Entenda o formato de espinha de peixe

Para quem já viu a estrutura de um peixe fica fácil entender o nome do diagrama. Nesse caso, as espinhas do peixe são as possíveis causas do problema principal e são elas que serão analisadas. Com isso, é possível testar diferentes causas e realizar um trajeto detalhado até o problema principal. Ficou interessado? Saiba a seguir como usar isso no seu negócio.

Como saber se eu preciso aplicar na minha empresa?

O diagrama pode ser usado em diferentes situações, todas elas com o objetivo de melhorar o funcionamento do seu negócio. A pergunta é: você gostaria de otimizar algum processo na sua empresa? Veja a seguir alguns motivos para utilizar o Diagrama de Ishikawa:

  • Resolver um problema a partir de causas e sub causas que em muitas situações não são analisadas.
  • Enxergar um problema e suas causas com outros olhos, ou seja, garantir uma visão ampla e organizada com foco em solução.
  • Garantir que cada etapa dos processos realizados dentro do seu negócio está funcionando e garante o funcionamento das fases seguintes.
  • Melhorar o aproveitamento de todos os setores que fazem a empresa entregar bons resultados.

Como usar o Diagrama de Ishikawa com sucesso?

Não existe um único motivo para usar o diagrama e nem uma fórmula única. Ele pode ser aplicado em diferentes áreas e empresas. Se você tem interesse em analisar as causas de algum problema usando a ferramenta, confira algumas dicas a seguir:

  • Comece definindo o problema que será investigado.
  • Monte a estrutura da espinha de peixe e coloque o problema na ponta direita, dentro de um retângulo, como vemos no modelo.
  • Na sequência, pense sobre todas as possíveis causas do problema. Tome cuidado para não deixar nada de fora.
  • Cada causa deve entrar em uma categoria que tenha relação com os processos que acontecem dentro da empresa.
  • Além de definir causas, o Diagrama de Ishikawa também faz você pensar sobre fatores menores para as causas já definidas. Ou seja, também será necessário pensar em sub causas.

Os diagramas ou gráficos, sempre foram utilizados para dar visibilidade às informações importantes

Como a ferramenta foi desenvolvida para ser usada no setor de produção industrial, foram definidas seis categorias, sendo elas: máquina, materiais, mão de obra, meio ambiente, método e medidas. Essas categorias são conhecidas como 6M’s. Porém, se o seu negócio atua em outro segmento, você pode fazer as alterações necessárias.

Outra informação importante é a de que não é necessário usar as seis categorias. Cada caso é um caso, então definir se serão analisadas, três, quatro ou cinco categorias é uma decisão que deve ser tomada pelo gestor e sua equipe. O importante é trabalhar com todos os aspectos que envolvem a realidade do negócio.

Aplicação em gestão de qualidade

Quer entender um pouco mais sobre as vantagens do gráfico? Vamos lá! O Diagrama de Ishikawa nada mais é que uma ferramenta de Gestão de Qualidade. Quando você se depara com resultados que não te agradam ou com um desempenho deficiente na sua empresa, é hora de ficar atento. Esses são sinais de que algo não vai bem e que chegou o momento de focar em gestão, identificar e eliminar problemas.

O segredo é usar o diagrama para avaliar a relevância das causas do problema e entrar em ação. Esteja preparado para fazer mudanças com foco em melhorias. Além do gráfico, será necessário ter uma equipe capacitada para coordenar a análise. A ferramenta sozinha não avalia a gravidade dos problemas e das causas. Por isso, será fundamental contar com pessoas que entendam a empresa e que tenham interesse em fazer um bom uso do diagrama.

Quer melhorar a gestão da sua empresa? Conte o Diagrama de Ishikawa!

Esperamos que você tenha entendido sobre como aplicar o Diagrama de Ishikawa, além de todas as vantagens e benefícios que você pode obter com a sua utilização. Afinal, para alcançar uma gestão de sucesso é muito importante conhecer ferramentas poderosas como essa, por isso, o nosso blog sempre buscar trazer conteúdos ricos e úteis, para você!

Dessa forma, é possível melhorar a capacidade de médias e grandes organizações. Como mostra o artigo, cuidar da mão de obra é um dos fatores que evita problemas. Então, investir em ferramentas que ajudam a entender, monitorar e aumentar a performance de seus funcionários é um grande diferencial. Saiba mais aqui: plataforma integrada de gestão.

Caso tenha ficado com alguma dúvida ou esteja buscando mais informações sobre como melhorar a gestão do seu negócio, deixe um comentário ou entre em contato.

Gabriela Figueiredo

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar