O que é meritocracia e os benefícios para a sua gestão

por Ana Lima - 02/09/19 ⇠ Veja outros Posts

 meritocracia nas empresas

Diversos gestores confiam à aplicação da meritocracia em suas empresas. Eles acreditam que essa é a melhor forma de terem seus esforços pessoais apreciados e finalmente recompensados. E com isso, a meritocracia assumiria o caminho do reconhecimento e recompensa. 

Sob o mesmo ponto de vista, nem todos que tentam implantar esse modelo de gestão encontram o sucesso esperado. Isso porque o conceito meritocrático pode ser simples, mas não se aplica facilmente.

Com esse post para você entender de uma vez por todas o que é meritocracia e como ela funciona. E se aplicada sabiamente, tem ajudado a erguer grandes organizações. 

 

Meritocracia: o que é? 

 A meritocracia é uma palavra originada do latim que significa mérito (mérito) e poder (cracia). Dentro do mundo corporativo, a definição de meritocracia pode ser dada como um sistema de gestão que considera o merecimento como a principal característica para atingir o sucesso. 

Dessa forma, promoções ou bonificações serão concedidas posteriormente a avaliação do merecimento do funcionário. 

A avaliação mediante merecimento se baseia na ideia de que todos os concorrentes estão em uma mesma posição inicial. Logo, eles serão avaliados de acordo com suas respectivas performances, cabendo exclusivamente ao indivíduo o sucesso no desempenho das atividades propostas.

 

A Meritocracia nas empresas

A meritocracia nas empresas adota em seu modelo de gestão, o fator merecimento. Dessa forma, o colaborador que apresenta os melhores resultados, certamente será mais recompensado do que aquele que não apresenta nenhum. 

A etnia, a classe social ou qualquer outra questão exterior ao ambiente de trabalho não são levados em conta, teoricamente. 

Desta forma, o modelo meritocrático garante que todos os funcionários tenham as mesmas chances de crescimento dentro da companhia. Se um colaborador tem feito por merecer, este se torna apto a um reconhecimento maior, mesmo não sendo o mais antigo funcionário da casa.

Principais benefícios da meritocracia nas empresas

Ao longo dos anos, os benefícios do modelo meritocrático têm sido reconhecidos para além do patamar do RH, apresentando vantagens essencialmente estratégicas aos negócios. Entenda algumas delas abaixo:  

meritocracia-nas-empresas

1. Identificação de talentos

A meritocracia quando implantada corretamente e absorvida por toda empresa fornece aos gestores, pistas sobre onde se encontram os maiores talentos da empresa. De forma que, uma vez identificados, eles possam recompensá-los pelo seu desempenho. 

Acima de tudo, o sistema meritocrático pode provocar além do surgimento de novos talentos, a permanência de excelentes profissionais na empresa. Uma vez que eles enxergam como resultado a possibilidade de crescimento e de reconhecimento dos seus esforços.

2. Maior motivação dos colaboradores

A motivação é o combustível da produtividade de qualquer empresa. A partir do momento em que os funcionários reconhecem a relação entre mérito e desempenho, eles se sentem mais motivados e, consequentemente, transformam-se em profissionais mais produtivos, participativos e engajados nos resultados

Como diria o consultor de marketing e palestrante motivacional internacionalmente reconhecido Simon Sinek:

Trabalhar em algo no qual não acreditamos se chama estresse. Trabalhar naquilo que acreditamos se chama paixão”.

3. Fortalecimento da marca

Contar com profissionais satisfeitos e motivados, sem dúvidas tem um impacto positivo sobre a imagem institucional da empresa, concorda? 

Além do mais, o setor de RH também se beneficia pois sempre terá uma fila de candidatos interessados em integrar o quadro da empresa. E sem dúvida favorece os resultados, pois um marca fortalecida se torna um imã para a captação de futuros clientes.

Dicas do processo meritocrático

Implantar o modelo de gestão em meritocracia nas empresas não é uma tarefa fácil. Vários detalhes precisarão ser cuidadosamente analisados e toda informação sobre performance dos colaboradores, terá de ser armazenada em local centralizado.

  • Para distribuir, é preciso que a organização atinja as metas e margem EBITDA ( Earnings before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization) estipuladas no início do ano.
  • Dividir o dinheiro entre os departamentos, de forma que todos possam ganhar o mesmo valor em salários.
  • Validar se a área cumpriu suas metas financeiras de orçamento e investimentos.
  • Calcular o quanto cada pessoa vai receber por meio de um fator obtido pela multiplicação de seu salário, do fator multiplicador do cargo, dos dias trabalhados no ano anterior e da nota de avaliação de desempenho.

Bom, agora você já está por dentro do potencial da meritocracia e dos seus benefícios tanto para a empresa quanto para os colaboradores. E é desta forma que o modelo tende a ser o mais eficaz método de gestão existente. 

Ana Lima

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar