Olhar corporativo: 3 maiores obstáculos para desenvolver liderança

por Ana Lima - 07/11/19 ⇠ Veja outros Posts

Líderes são os responsáveis por conduzir os rumos dos negócios, garantir resultados, desenvolver os talentos dentro das suas organizações, e gerenciar suas próprias carreiras. 

Porém pesquisas recentes, como a da PDI Ninth House (agora, Korn Ferry) , evidenciam que conforme os líderes evoluem na organização, sua capacidade de desenvolver outras pessoas se reduz.

Para você não ser refém desse armadilha, esse blog post vai trazer dois aspectos essenciais para que você continue sendo o líder que a empresa precisa, que seus colaboradores esperam, e para que promova o desenvolvimento de liderança em pessoas chave para o sucesso da sua empresa.

Tenha consciência dos principais obstáculos para uma liderança eficaz

Lidar conscientemente com os principais limitantes para a atuação da liderança é fundamental para garantir a superação desses obstáculos. Tratam-se da gestão do tempo, priorização de atividade e alinhamento dos profissionais com a cultura da empresa. Veja:

1. Má administração do tempo:

Tempo escasso e atividades urgentes tendem a consumir seu tempo. Líderes precisam ser disciplinados nas suas prioridade.

Delinear quais são os objetivos da sua gestão ou carreira é priorizá-los frente a todos os imprevistos que surgem e tarefas administrativas que podem ser facilmente delegadas a terceiros. Trata-se da gestão do tempo como ferramenta estratégica para o sucesso da liderança.

2. Foco principal nas habilidades visíveis:

Com o crescimento de posições na empresa, o líder tende a demonstrar habilidades que chamam a atenção das pessoas, como pensamentos estratégicos, perspicácia empresarial e gerenciamento de lucros e perdas. Construir talentos é menos óbvio e tem um retorno mais expressivo no longo prazo.

Queremos dizer que é necessário ter um visão objetiva naquelas ações que trazem resultados perenes e construtivos. Concentrar no essencial, evite interrupções e se planejo pelo tempo necessário e não no tempo disponível! 

Você sabe o papel da meritocracia nesse processo? Você pode conferir acessando esse nosso blog post sobre o tema.

3. Falta de desenvolvimento de cultura:

Priorizar o treinamento individualizado é mais fácil de cumprido pelos líderes, porém é o treinamento organizacional (organizational coaching) que mais faz diferença na empresa. Ele pode ser chamado de cultura, ambiente e desenvolvimento, e significa  alinhar o comportamento das pessoas aos valores da empresa.

Antes disso, obviamente, sua gestão tem que ter os valores e príncipios da empresa bem definidos, assim como utilizar de parâmetros de desenvolvimento e metas de cada colaborador para administrar, de forma acompanhada, o desenvolvimento do mesmo.

Desenvolver liderança requer um olhar corporativo desde o início

É muito relevante que você considere a empresa como um todo, os cargos e suas funções, e evidencie como o desenvolvimento pessoal de cada colaborador é importante para os objetivos da empresa como um todo. Isto é ter um olhar corporativo.

Gere motivação!

- Crie processos sustentáveis para possibilitar o desenvolvimento de talentos:

Todos colaboradores devem saber quais são suas competências que devem ser melhoradas e que apresentando grande potencial, os caminhos dentro da empresa devem estar traçados para orientar onde o colaborador pode chegar. Definir metas para si próprio também é uma solução na ausência de direcionamentos que vem da empresa, por exemplo.

Você já pode contar com ferramentas de gestão integrada que facilitam muito o acompanhamento dos talentos da empresa, colocando a colaborador certo no lugar certo. Softwares como esses possibilitam traçar as metas de resultados à aderência na empresa, de forma que um plano de sucessão pode ser muito mais claramente delineado.

- Reforce os valores compartilhados:

É preciso que as pessoas entendam que suas atividades diárias estão conectadas aos valores da organização. Isso gera importância pro trabalho de cada um, por mais simples que seja, e é uma motivação extra ao colaborador pois ele se sente parte relevante da empresa.

- Atuar como modelo a seguir:

Seja transparente quanto às suas necessidades de aprendizados, desenvolvendo e compartilhando como você faz isso. Aceite a vulnerabilidade de forma positiva, o líder é forte quando mostra que está aprendendo, identificando seus pontos fracos e transformando-os.

- Reitere o valor de aprender:

Vá além das metas e questione as pessoas sobre onde elas querem chegar e o que está faltando nelas. Motivar seu colaborador quando completa uma tarefa significa considerar tanto o resultado, quanto o processo para aprendizado obtido.

Quando você propicia o percurso pelo qual o desenvolvimento da liderança ocorre, há a promoção da base que gera líderes alinhados com a empresa e interessados em promovê-la, além de fundamentar um modelo meritocrático para o reconhecimento dos melhores colaboradores e otimização dos seus resultados.

Tendo, de forma clara, os objetivos da sua gestão e do seu papel como líder, a administração do tempo se torna mais natural e o foco se direciona às atividades que são realmente importantes para seu sucesso profissional e de toda organização.

Esse foi o primeiro blog post de uma série sobre como desenvolver liderança em si e na sua empresa. No próximo, mostraremos o papel da gestão que é voltada para promoção da liderança, não perca. Quer soluções imediatas? Conheça nosso time de consultores que têm a solução para sua empresa.

Ana Lima

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar