Parece fácil, mas não é: como fazer um brainstorming?

por Ana Lima - 08/04/19 ⇠ Veja outros Posts

Originalmente proposta pelo publicitário norte-americano Alex Osborn em 1948, a técnica de brainstorming continua atual e é uma prática comum entre empresas que buscam inovação.

Com o intuito de gerar um grande número de ideias e reflexões em um curto espaço de tempo, a “tempestade de ideias” vai muito além de “uma listinha de ideias” e para que ela funcione assertivamente é preciso observar algumas condições básicas.

Mas o que é um brainstorming, exatamente?

Primeiramente, uma sessão de brainstorming deve resolver um problema através da colaboração criativa. Dessa maneira, a sua existência se dá a partir de objetivos definidos previamente.

A prioridade da tempestade de ideias é a quantidade e não a qualidade.

O momento deve ser de total liberdade e construído de maneira que os participantes deixem fluir os mais diversos tipos de pensamento, sem que haja criticas e julgamentos.

Onde usar o brainstorming?

A priori a técnica pode ser utilizada para qualquer situação que exista um problema que deve ser solucionado.

Só é importante ponderar que determinados projetos não acomodam esse tipo de dinâmica, então é necessário buscar métodos que se adequem a eles.

Veja alguns exemplos de como utilizar um brainstorming

– Desenvolvimento de textos;

– Encontrar as melhores palavras-chave;

– Melhorar o desempenho de setores da empresa;

– Idealização ou otimização de ideias;

– Reestruturação de um processo.

Como fazer um brainstorming de maneira produtiva?

Após definidos os objetivos do brainstorming, finalmente chegou o momento de organizar uma sessão. Lembre-se de registrar todas as ideias discutidas para posterior análise. Existem iversas maneiras de encontrar soluções e ideias para os problemas e desafios enfrentados pela sua empresa.

Abaixo listamos algumas dicas para que o seu brainstorming seja bastante produtivo e se reverta em conquistas para a sua organização.

post it e brainstorming

1- Certifique-se que todos conhecem o objetivo do brainstorming

Antes da sessão ganhar vida garanta que a equipe que irá participar está por dentro do problema que será debatido.

Assim, é menos provável que se perda o foco e que ideias aleatórias gerem um desperdício de energia para o momento.

2- Estude o assunto antes de falar sobre ele

Algumas empresas têm seguido uma linha alternativa ao brainstorming tradicional. Nela, antes da reunião os líderes apresentam as questões a serem discutidas e as pessoas estudam e quando vão se reunir levam as suas ideias e soluções. Isto pode ser mais eficiente e gerar ainda mais resultados.

3- Crie um ambiente favorável

É fundamental que o grupo esteja confortável o suficiente para se expressar. Uma boa estratégica para dar um empurrãozinho na criatividade das pessoas e estimular a pensarem diferente é realizar o brainstorming fora do ambiente de trabalho.

Mas nada de pressão! Tenha sempre em mente que os participantes são pessoas e assim sendo possuem suas particularidades como timidez, bloqueios e dificuldades. Respeite o tempo de cada um. O espaço do brainstorming deve ser livre de tensão, pois isso irá contribuir para a fluidez do processo.

4- Evite os conflitos: no brainstorm não analise as opções!

O brainstorming deve ser algo construtivo e não pode prejudicar a sua equipe. Portanto, trate de evitar que as discussões se transformem em brigas e situações tensas, que poderão inclusive prejudicar o ambiente de trabalho.

Uma dica valiosa é estimular os participantes a se guiarem pelas anotações feitas antes da reunião e garantir que todos eles tenham o mesmo espaço para contribuir.

5- Registre tudo

Todas as propostas devem ser registradas. Desde aquelas que parecem absolutamente absurdas até as que são apenas fora do comum. Existem muitas ferramentas que facilitam este registro, como, por exemplo, um quadro onde todos podem ficar por conta do que está sendo construído. Outro método muito utilizado são os posts its, que inspiram a equipe a trabalhar mais efetivamente e trazem transparência e visibilidade para o processo.

6- Busque grupos diversos

Quanto mais heterogêneo for o seu grupo mais chances de aumentar o volume de ideias e das soluções serem mais criativas. Se duas cabeças pensam melhor que uma, duas cabeças diferentes pensam melhor ainda!

7- Livre-se da censura e do julgamento

Como já falamos, o brainstorming é um momento de liberdade total e as ‘’abobrinhas’’ são muito bem-vindas e podem ser extremamente úteis. Não julgue o que está sendo dito. O que importa aqui é a quantidade de ideias e não aprofundar sobre cada uma delas. Às vezes uma boa solução nasce de uma ideia que parecia ser o fim da picada.

BRAINSTORM INICIAL É QUANTIDADE, e não qualidade

Algo imprescindível é a mentalidade de que o brainstorm visa CRIAR IDEIAS, e não analisar essas ideias. Haverá um outro momento para isso, mas nesse primeiro foque em quantidade!

Quantas coisas incríveis você já viu saindo de pequenos insights?

Determine a quantidade de soluções e ideias você gostaria que a reunião gerasse. Ou mesmo um tempo exclusivo para geração (e não análise) de ideias.

Foco para tirar as ideias do papel e acompanhar os resultados

O brainstorming é um momento de reflexão, mas isso não quer dizer que não é preciso colocar a mão na massa! Se você não qualificar as melhores soluções que a tempestade de ideias gerou e traçar um plano de ação para torna-la realidade, ela se tornará somente perda de tempo.

Com isso, se você quer que a sua equipe continue motivada, faça com que acompanhem a resolução dos problemas que eles traçaram soluções durante a reunião de brainstorming. Certamente eles se sentiram mais entusiasmados para a próxima rodada que acontecer.

Existem metodologias para priorização de problemas e definição de problemas, como o Kanban.

Conta pra gente, já está preparado para fazer um brainstorming com sua equipe de trabalho?

Caso tenha alguma crítica ou sugestão sobre o artigo não deixe de nos falar.

Novas dicas de como fazer uma tempestade de ideias bem produtiva também são bem-vindas. Utilize os comentários abaixo para falar conosco!

Ana Lima

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar